PLUS SIZE SIM.

Todos concordam que devemos evoluir com as mudanças diárias, abrir a cabeça para novas experiências e aceitar que viver é um eterno aprendizado. Mas quando se trata da aparência física, a ditadura da moda impõe o mesmo padrão de beleza para todas as pessoas. Ora, se ninguém permanece o mesmo com o crescimento interior, por que devemos cobrar essa rigidez dos nossos corpos? O conceito de moda Plus Size surgiu porque somos humanos, engordamos, emagrecemos, passamos por mutações hormonais e outros fatores ligados à saúde que são absolutamente normais. Por isso mesmo, evoluímos para entender essas mudanças que vão nos transformando por dentro e por fora.
Estar acima do peso não é uma doença que deve ser tratada com dietas milagrosas e sacrifícios a todo custo para não ter que vestir roupas Plus Size. A saúde deve ser considerada acima de tudo e, muitas vezes, os problemas relacionados a ela não estão associados aos quilos a mais, e sim a diversos fatores de risco que vão surgindo com o tempo. Por isso, esse conceito de roupas com tamanhos maiores que variam de acordo com cada pessoa, já se consolidou como uma forma de se vestir bem, com elegância e bom gosto, o que não é mais privilégio daqueles que sentem a necessidade doentia de seguir a ditadura das passarelas, desrespeitando o próprio corpo.
Hoje, são muitas as grifes de moda Plus Size que oferecem modelos para os mais diversos estilos e para todas as idades, com ênfase na beleza e no conforto, principalmente das mulheres, que sofriam demais com a carência de roupas bonitas e de qualidade para acompanhá-las em todas as fases da vida. O mercado Plus Size como um todo vem crescendo a todo vapor como uma prova de que a inteligência está prevalecendo na hora de investir em roupas de ótimo caimento que vão valorizar a aparência de quem sabe ir além da visibilidade corporal.
É claro que não se trata de ignorar os malefícios de viver sem cuidar da saúde, quando o sobrepeso realmente precisa ser controlado para garantir a qualidade de vida. Pelo contrário, manter-se aberto às opções que o segmento Plus Size oferece, é um sinal de bom senso nas mais diversas ocasiões, seja na vida social, seja no trabalho, seja nas relações afetivas. Tudo fica melhor quando entendemos que precisamos ser mais do que um corpo magro e com a musculatura definida. Carisma, bom-humor, charme e autoconfiança não dependem dos números da balança, e sim da nossa postura diante dos desafios de fazer da vida em evento verdadeiramente Plus Size.
Nada é mais importante do que termos consciência do nosso valor e isso faz toda a diferença na hora de marcar presença e de promover as mudanças positivas que estão ao nosso alcance. Se soubermos respeitar os efeitos dos ciclos da natureza no nosso organismo, maiores serão as chances de atingir o sucesso em todos os sentidos como pessoas admiráveis e profissionais capacitados, independentemente do número do manequim que usamos.
Maria Alice Carnevalli – Jornalista Doutora em Comunicação pela USP, e antenada com o mundo da moda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat